Brasil: Isto é quanto o brasileiro já pagou de tributos de 01/01/2015 até 20/03/2015

terça-feira, 10 de maio de 2011

Eleições na favela da Fazendinha mexem com moradores

Candidatos e moradores falam sobre eleições na Favela da Fazendinha Foto: Guilherme Pinto
EXTRA

O número de cartazes pelas ruas não é tão grande e a quantidade de candidatos também é inferior à da eleição à presidência da Associação de Moradores da Grota. Mas a Fazendinha, outra comunidade do Complexo do Alemão, e que também passa por um processo eleitoral, tem candidatos tão empenhados em melhorar a vida dos moradores da região pós-ocupada como a popular eleição da Grota — que será um dia antes.Apesar de ser a primeira eleição à presidência das associações de moradores das favelas sem a presença ostensiva do tráfico de drogas no complexo, para os candidatos o fato não é um diferencial desta eleição para as anteriores. Para eles, a maior diferença é que, desta vez, a imprensa poderá acompanhar e cobrar as promessas dos candidatos. O atual presidente da Associação dos Moradores da Fazendinha e candidato à reeleição pela chapa verde, Williams Florêncio da Silva, afirma que nunca houve influência dos traficantes nas eleições.




— O tráfico não se metia em nada, quem manda é a Federação Municipal das Associações de Favelas do Rio (FAF-Rio). Quem tiver votos para entrar, entra, quem não tiver, está fora — explica.
A afirmação do presidente foi confirmada pelo candidato da chapa amarela, Renato de Almeida Lopes, conhecido como Renatinho. No entanto, ele apontou outra mudança:
— Nenhuma eleição teve influência dos traficantes. O único problema é que, anteriormente, a fiscalização era falha. Candidatos que não eram tão populares chamavam pessoas de fora da comunidade para votar. Hoje, a eleição está mais rigorosa, com fiscais da FAF-Rio, além de outros dois indicados por cada chapa — acrescenta.
Outra candidata é a professora pública Márcia Paula dos Santos, de 45 anos, moradora há 41 da comunidade, onde criou três filhos. Ela diz que a associação de moradores nunca teve influência do tráfico, mas vê o momento, em que o Complexo do Alemão está no centro das atenções do mundo, para conseguir projetos para a comunidade da favela da Fazendinha.
— Precisa melhorar muita coisa. Essas ruas, por exemplo, precisam de quebra-molas porque à noite os carros passam por aqui voando. São necessárias áreas de lazer e de educação também — diz Márcia.
FONTE: http://extra.globo.com/noticias/rio/eleicoes-na-favela-da-fazendinha-mexem-com-moradores-1773673.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário