Brasil: Isto é quanto o brasileiro já pagou de tributos de 01/01/2015 até 20/03/2015

terça-feira, 12 de julho de 2011

RJ: em greve, professores invadem Secretaria Estadual de Educação

Professores da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro estão em greve desde o dia 7 de junho . Foto: Adriano Ishibashi/Futura Press Professores da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro estão em greve desde o dia 7 de junho
Foto: Adriano Ishibashi/Futura Press

Professores da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro, que estão em greve desde o dia 7 de junho, invadiram nesta terça-feira o prédio da Secretaria Estadual de Educação, na rua da Ajuda, no centro do Rio. A Polícia Militar, que acompanhava a movimentação do grupo, tentou impedir a entrada dos professores e um tumulto de formou.
Os agentes usaram gás de pimenta para dispersar os manifestantes. Antes, o grupo estava concentrado na Assembleia Legislativa, onde fez um protesto. Por causa da manifestação, o trânsito ficou lento no local.

De acordo com o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe), os manifestantes decidiram ocupar a sede da secretaria para exigir uma audiência imediata com o secretário Wilson Risolia. A categoria exige reajuste de 26%, incorporação imediata da gratificação do Nova Escola e descongelamento do plano de carreira dos Ffuncionários administrativos.
A Secretaria de Educação afirmou que uma porta de vidro de acesso ao prédio foi quebrada durante a ocupação e lamentou a postura dos servidores. "A Seeduc reafirma que está aberta ao diálogo em busca do entendimento pacífico entre as partes", disse em comunicado.
O Dia
O Dia - © Copyright Editora O Dia S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O Dia.
VIA: http://noticias.terra.com.br/educacao/noticias/0,,OI5237551-EI8266,00-RJ+em+greve+professores+invadem+Secretaria+Estadual+de+Educacao.html

Um comentário:

  1. a praça 24 de outubro portal de entrada do bairro , esta totalmente abandonada o mesmo acontecendo com a rua padre januario onde os carros estacionam na calçada e os comerciantes encheram as ruas com cones e cavaletes derma cando a mesma como sua propriedade, pricipalmente na altura da praça constança onde as lojas de parafusos se apropriaram do espaço urbano.

    ResponderExcluir