Brasil: Isto é quanto o brasileiro já pagou de tributos de 01/01/2015 até 20/03/2015

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

CHAPA QUENTE NO COMPLEXO DO ALEMÃO


Comunidade pacificada tem madrugada calma
após confusão com três detidos e dez feridos

Conflito entre moradores e militares começou depois de uma briga em um bar
Do R7, com Rede Record | 05/09/2011 às 06h52 | Atualizado em: 05/09/2011 às 11h50 
Reprodução Rede Record
militares450x338
Policiamento na região foi reforçado com cem homens
Publicidade
A madrugada desta segunda-feira (5) foi calma no Complexo do Alemão, na zona norte, após confusão na noite de domingo (4), quando três pessoas foram detidas e dez ficaram feridas por bala de borracha.
Segundo informações dos militares, apenas três pessoas ficaram feridas no tumulto.
A confusão começou depois de uma briga em um bar. De acordo com os moradores, os militares que ocupam a comunidade teriam cometido excessos para conter uma briga de família.
Já os militares dizem que um homem que assistia a um jogo no estabelecimento começou a hostilizar o grupo da Força de Pacificação. Tudo aconteceu a 50 m da estação do teleférico Itararé.
Depois dos conflitos, os moradores organizaram um protesto, mostrando as cápsulas das balas usadas pelos militares.
O tumulto terminou quando o Exército enviou reforços. O policiamento na região foi reforçado com cem homens, segundo informações do Exército.
Os militares recolheram pedras e pedaços de madeira que teriam sido usados em represália pelos moradores.
Um cinegrafista amador fez imagens que mostram os militares atirando para todos os lados. Eles também usaram spray de pimenta contra a população.

<iframe width="445" height="270" frameborder="0" marginheight="0" marginwidth="0" scrolling="no" src="http://videos.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?idMedia=4e64b93fe4b03c1258200dcc&idCategory=183&embedded=true"></iframe>

FONTE: http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/noticias/comunidade-pacificada-tem-madrugada-calma-apos-confusao-com-tres-detidos-e-dez-feridos-20110905.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário