Brasil: Isto é quanto o brasileiro já pagou de tributos de 01/01/2015 até 20/03/2015

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Governo inaugura Unidade de Polícia Pacificadora da Mangueira


POR MARIA LUISA BARROS
Rio - O governo do estado inaugurou na tarde desta quinta-feria a 18ª Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), na Praça da Candelária, no Complexo da Mangueira, na Zona Norte do Rio. Ao todo, 403 policiais farão parte do cotidiano de aproximadamente 20 mil moradores da Mangueira e outras oito comunidades, como o Tuiuti, que serão contempladas pelo programa de pacificação. A expectativa dos moradores é que a segurança amplie a estrutura social na comunidade.
Foto: Divulgação
Efetivo da UPP foi apresentado na comunidade | Foto: Divulgação
O governador Sérgio Cabral destacou que com essa nova Unidade 300 mil pessoas deixam de ser controladas pelo poder paralelo. "Agora só tem um comando, o da paz. Acabou essa cultura da violência e voltou a cultura do Noel Rosa, do Cartola, e do Rio de paz", afirmou.
O secretário estadual de Segurança Pública, José Mariano Beltrame pediu a colaboração de todos para que essa paz seja permanente na Mangueira. "A Polícia está aqui para interagir com a comunidade. Mas, a participação de todos é fundamental", afirmou.
O presidente a Estação Primeira de Mangueira, Ivo Meirelles disse esperar que a UPP seja a ponta de um iceberg de benefícios para a comunidade. "O que vai vir de recursos é o que importa. Mais segurança para que outros recursos sociais venham juntos".
Além do governador, de Beltrame e de Meirelles, também estiveram na solenidade, secretários de estado, políticos, sambistas, entre eles Delegado, presidente de honra da Mangueira, a cúpula da Polícia Militar, entre outros. Cerca de 200 moradores foram a inauguração.
Serviços exigidos
Já de olho no futuro, moradores definiram em uma placa, localizada em um dos principais acessos à comunidade, cinco exigências para a nova era da região. A melhoria na educação e nos serviços de água e esgoto estão em primeiro lugar. Em seguida, o fim das drogas, e por fim, mais emprego, e presença de turistas na comunidade.
Foto: Divulgação
Crianças fizeram a festa durante a solenidade de inauguração na Mangueira | Foto: Divulgação
No comando, um capitão de outra UPP
Apaixonado por música e formado em percussão pela Escola Villa-Lobos, o capitão Leonardo Nogueira foi escalado para comandar justamente a unidade que fica no mais tradicional reduto do samba carioca. Com experiência de um ano e 10 meses no comando da UPP Pavão-Pavãozinho/ Cantagalo, Nogueira tem 10 anos de polícia e especialização em cursos de inteligência e tiro.
O comandante já foi três vezes à comunidade e se surpreendeu com o clima amistoso que encontrou. “As pessoas falaram comigo. Acho que a ideia da UPP está mais consolidada na cabeça delas. Todos estão vendo que deu certo e que, agora, a polícia entra para ficar”, disse.
Além da segurança, posto ajudará na cultura
Entre as metas da coordenação da unidade, a ajuda em processos de inclusão sociocultural dos moradores está entre as prioridades. De acordo com o comandante da UPP Mangueira, Leonardo Nogueira, as características culturais do morro são um aspecto positivo a ser tratado pela polícia comunitária.
Kelly Silva é coordenadora da ONG Meninas e Mulheres do Morro, que fica na Praça da Candelária, na Mangueira. Para ela, a pacificação irá atrair colaboradores, além de pessoas de fora da comunidade. “Nosso trabalho será reconhecido e, consequentemente, poderemos ajudar mais pessoas”, explicou.
FONTE: http://odia.ig.com.br/portal/rio/html/2011/11/governo_inaugura_unidade_de_policia_pacificadora_da_mangueira_203932.html

Um comentário: