Brasil: Isto é quanto o brasileiro já pagou de tributos de 01/01/2015 até 20/03/2015

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Nem é levado para presídio em Bangu dentro de Caveirão


Rio - Após ficar mais de 12 horas na sede da Polícia Federal, no Centro, o traficante Nem foi transferido, no início da tarde desta quinta-feira, para o Complexo Penitenciário de Bangu, na Zona Oeste. O bandido, que foi levado dentro de um Caveirão, foi acompanhado por um comboio formado por 13 viaturas.
>> LEIA MAIS: Nem será transferido para presídio fora do Rio

O governador do Rio, Sérgio Cabral, afirmou ao RJTV que a ocupação da Favela da Rocinha será realizada até o próximo domingo. Já o secretário de segurança, José Mariano Beltrame, explicou que a polícia espera informações da inteligência para confirmar se este é mesmo o melhor momento para uma ocupação tranquila, em que não ocorra confrontos.
"Este é mais um passo importante no processo de pacificação das comunidades do Rio. E a área da Rocinha e do Vidigal é muito importante. A ocupação será concluída até o fim desta semana e este é o resultado da integração na área de segurança. As Forças Armadas ajudam muito, assim como a Polícia Federal, a Polícia Civil e a PM", comemorou Cabral.
>> FOTOGALERIA: Confira imagens da prisão do traficante Nem
O traficante Antônio Bonfim Lopes, chefe do tráfico na Rocinha, foi preso na noite desta quarta-feira durante operação do Batalhão de Choque, em frente ao Clube Piraquê, na Lagoa, na Zona Sul. O criminoso estava dentro do porta mala de um Corolla preto, tentando fugir do cerco imposto por policiais na comunidade, que vive a eminente possibilidade de uma ocupação.
Foto: Gabriela Moreira / Agência O Dia
Nem foi fotografado na chegada à sede da Polícia Federal, na Praça Mauá, na madrugada desta quinta-feira | Foto: Gabriela Moreira / Agência O Dia
A prisão aconteceu por volta de 0h, quando policiais do Batalhão de Choque, nas proximidades de um dos acessos a Rocinha, na Estrada da Gávea, próximo a PUC, desconfiaram de um veículo.  Ao pararem o carro, o motorista afirmou que o Corolla era pertencente ao consulado do Congo, tendo assim, imunidade diplomática.

Um dos ocupantes teria se identificado como o próprio cônsul, aparentando nervosismo, se recusou a permitir que o veículo fosse revistado. Junto com eles estavam um homem que se identificou como funcionário do consulado e mais um suposto advogado.

A Polícia Federal foi chamada e o veículo foi encaminhado para a sede da corporação. No meio do caminho, na Lagoa, o motorista desceu do carro e ofereceu aos policiais, primeiro R$ 20 mil e depois chegou a subir a tentativa de suborno para R$ 1 milhão. O homem foi preso em flagrante e quando o carro foi revistado, Nem foi encontrado no porta-malas, no veículo ainda foi encontrada uma mala com cerca de R$ 1 milhão.

Vídeo mostra Nem preso e algemado



FONTE: http://odia.ig.com.br/portal/rio/html/2011/11/nem_e_levado_para_presidio_em_bangu_dentro_de_caveirao_205467.html

Um comentário:

  1. Essas ocupaçoes dao resultado. Nao ha o que se falar nesse sentido.

    Obviamente um problema de décadas nao vai ser resolvido de uma hora pra outra. O caminho ao menos foi acertado.

    Cabral esta fazendo o que ninguem fez ate hoje que é ocupar com força policial e de forma permanente. Antes ficavam governadores e secretários batendo cabeça.

    Prisao do Nem só vem a a ser mais uma que deve ser elogiada, assim como a UPP da Rocinha.

    A maior favela do Rio será ocupada. A mais perigosa, que era o compelxo, tambem foi ocupada. Cabral está é bem demais.

    ResponderExcluir