Brasil: Isto é quanto o brasileiro já pagou de tributos de 01/01/2015 até 20/03/2015

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Nem pode ajudar a prender policiais corruptos, diz Beltrame

Rio - O secretário estadual de Segurança, José Mariano Beltrame, disse nesta segunda-feira que o depoimento de Nem pode ser fundamental para ajudar a prender policiais corruptos. O bandido é apontado como o chefe do tráfico na Rocinha e teria dito que boa parte de seu faturamento com a venda de drogas seria usado para pagar policiais corruptos.
>> FOTOGALERIA: Ocupação policial na Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu
"Esperamos o oferecimento de alguma medida judicial para que ele (Nem) pudesse contribuir com a Justiça e com a polícia. Qualquer tipo de palavra que tiver no depoimento dele vai ser minuciosamente examinada. Posso dizer que tanto a Subsecretaria de Inteligência quanto a inteligência das polícias procuram e acompanham no sentido de prender (os maus policiais). Temos policiais que prestam ajuda a ele fora da favela e também dentro", disse Beltrame em entrevista ao Bom Dia Brasil. 
O secretário ainda comemorou a ocupação na comunidade da Zona Sul do Rio. "A porta da Rocinha está aberta desde ontem (domingo)".
Foto: Léo Corrêa / Agência O Dia
Beltrame participou de entrevista coletiva após a ocupação | Foto: João Laet / Agência O Dia
De acordo com Beltrame, é preciso investigar os policiais civis que teriam negociado a rendição do traficante Antônio Bonfim Lopes, o Nem. No momento da prisão do bandido, na última quinta-feira, advogados de Nem alegaram negociar a rendição com a Polícia Civil e insistiram para que o grupo fosse levado para a 15ª DP (Gávea) e não para a Superintendência da Polícia Federal.
>> LEIA MAIS: Beltrame não dormiu de sábado para domingo
"Temos que montar essa cronologia para proceder daí uma investigação", afirmou.
Foto: Léo Correa / Agência O Dia
Moradores observam as tropas da polícia na subida da Favela da Rocinha | Foto: Léo Correa / Agência O Dia
A primeira madrugada de ocupação na Favela da Rocinha foi tranquila. Não foram registrados confrontos, prisões ou apreensões nesta segunda-feira, véspera do Feriado da Proclamação da República. Apesar da chuva, moradores deixam suas casas e saem para trabalhar. Os policiais permanecem na região e devem retomar o trabalho de revista a pedestres e motoristas nesta manhã.
Bastaram duas horas para que 2 mil homens das Forças de Segurança retomassem um território que há 40 anos foi dominado por uma das mais violentas quadrilhas do Rio. Sem tiros, os policiais pouco a pouco ocuparam cada metro das favelas da Rocinha e do Vidigal, que, juntas, têm 120 mil moradores, e amanheceram com a expectativa de uma nova era, livre do tráfico.]


FONTE: http://odia.ig.com.br/portal/rio/html/2011/11/nem_pode_ajudar_a_prender_policiais_corruptos_diz_beltrame_206162.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário