Brasil: Isto é quanto o brasileiro já pagou de tributos de 01/01/2015 até 20/03/2015

terça-feira, 24 de abril de 2012

Mulher é demitida após doar rim para chefe


debbie Stevens doou um rim para a chefe
debbie Stevens doou um rim para a chefe Foto: Reprodução / Mail Online
Extra Online

Debbie Stevens, de Nova York, Estados Unidos, doou o próprio rim para salvar a vida da chefe. Em troca, foi demitida. A mulher de 47 anos garante que a chefe, Jackie Brucia, contribuiu de maneira significativa para que ela perdesse o emprego.
Segundo documentos enviados à Comissão de Direitos Humanos, Debbie afirma que a chefe a manteve como um plano B. Aparentemente, Jackie já havia encontrado um doador. Ainda assim, Debbie disse que se qualquer coisa desse errado, ela estaria disposta a doar o rim.
Debbie havia deixado a empresa para se mudar para a Flórida. Mas teve que voltar para Nova York, e pediu a Jackie para voltar para a empresa. A chefe aceitou, e nesse período, disse para a funcionária que o doador havia sido recusado. E perguntou se ela poderia doar o rim.
- Eu respondi ‘é claro’. Ela era minha chefe. Eu a respeitava. É quem eu sou. Eu não queria que ela morresse - contou Debbie.
Após exames, os médicos descobriram que Debbie não era compatível com a chefe. Mas concordaram que Jackie poderia subir na lista de espera por um doador, se Debbie doasse o rim para outra pessoa. E assim ela fez.
- Eu senti que estava dando a vida de volta a ela - relembrou.
Depois da cirurgia, Debbie voltou ao trabalho, enquanto a chefe ainda estava em recuperação. Mas ela não se sentia muito bem e teve pequenas complicações após o procedimento. A americana tirou três dias de licença, e quando a chefe voltou ao trabalho, bem nesse período, ligou para saber o porque Debbie não estava trabalhando.
- Ela perguntou ‘por que você não está no trabalho?’. Eu disse a ela que não me sentia bem e ela me disse que eu não poderia ir e vir como quisesse, porque as pessoas pensariam que eu estava ganhando um tratamento especial - contou.
Debbie disse ainda que, quando voltou ao trabalho, Jackie chegou a gritar com ela, na presença dos colegas. A americana foi enviada para trabalhar em outra unidade da empresa, em uma área longe de casa e com alto índice de criminalidade.
Passando por um período de “angústia mental”, Debbie precisou consultar com um psiquiatra. O advogado dela enviou um documento, informando o estado de saúde da cliente. Assim que a empresa recebeu os papeis, Debbie foi demitida.
A companhia onde ela trabalhava não se manifestou, mesmo depois de procurada pelo jornal New York Post, que publicou a reportagem. Jackie Brucia também não quis dar a versão dos fatos, mas foi vista nesta sexta-feira, entrando em uma limousine, com uma garrafa de champanhe na mão.
- Eu decidi doar meu rim para minha chefe, e ela pegou meu coração - contou Debbie.
FONTE: http://extra.globo.com/noticias/mundo/mulher-demitida-apos-doar-rim-para-chefe-4718254.html

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/mundo/mulher-demitida-apos-doar-rim-para-chefe-4718254.html#ixzz1sxeHEHFH

Nenhum comentário:

Postar um comentário