Brasil: Isto é quanto o brasileiro já pagou de tributos de 01/01/2015 até 20/03/2015

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Protestos: redução de tarifas no Rio não anula efeito da inflação

testos: redução de tarifas no Rio não anula efeito da inflação

Manifestação contra aumento das passagens de ônibus
Manifestação contra aumento das passagens de ônibus Foto: STRINGER/BRAZIL / REUTERS
Extra Online
Tamanho do texto A A A
O governador Sérgio Cabral (PMDB) e os prefeitos Eduardo Paes (PMDB, do Rio) e Rodrigo Neves (PT, de Niterói) anunciaram, na noite desta quarta-feira, a redução das tarifas de ônibus municipais, trens, metrô e barcas. Os valores cobrados na roleta voltam a ser os anteriores aos dos aumentos deste ano. Quase todos, porém, acima da inflação acumulada desde 1º de janeiro de 2007, de 41,74% — a tarifa de ônibus no Município do Rio e a do metrô são as exceções.
A redução da passagem de ônibus no Rio já vale a partir desta quinta-feira. Barcas, metrô, trens e os ônibus de Niterói só terão redução a partir de sexta-feira. O Bilhete Único intermunicipal não tem redução prevista.
Outras capitais
Nesta quarta-feira, além do Rio, as prefeituras de São Paulo e Aracaju também anunciaram a redução no valor das tarifas de ônibus. A partir do próximo dia 24, os paulistas voltam a pagar R$ 3, e não mais os R$ 3,20 anteriores. Já em Aracaju, a redução foi de dez centavos. A partir de hoje, a tarifa já caiu para R$ 2,35.
Outras sete capitais já haviam anunciado a redução do preço da passagem de ônibus: Cuiabá, João Pessoa, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife e Vitória. Em Goiânia, o aumento está suspenso por decisão judicial.
Entenda a dança das tarifas
Ônibus no Rio - A tarifa cai de R$ 2,95 para R$ 2,75. O preço da passagem dos ônibus subiu 25% de 2009 até este ano, período em que a inflação medida pelo IPCA foi de 28,12%.
Ônibus em Niterói - A passagem voltará a R$ 2,75. O preço das passagens dos coletivos aumentou 57,14% desde 2007, tendo sido reajustado de R$ 1,75 para R$ 2,75.
Metrô - A passagem será reduzida de R$ 3,50 para R$ 3,20. Nos últimos seis anos, o Metrô Rio registrou alta de 39,13% (de R$ 2,30 para R$ 3,20).
Trem - A passagem da SuperVia terá redução de R$ 3,10 para R$ 2,90. De janeiro de 2007 para cá, os trens têm um reajuste acumulado de 52,63%, com o preço da passagem tendo saído de R$ 1,90 para R$ 2,90.
Barcas - A tarifa terá queda de R$ 4,80 para R$ 4,50, sem o Bilhete Único. Desde 2007, a tarifa da travessia marítima na linha Rio-Niterói saltou 114,28%, passando de R$ 2,10 para R$ 4,50 no pagamento em dinheiro. Já o valor com Bilhete Único cairá de R$ 3,30 para R$ 3,10. Já os catamarãs que ligam o Rio a Charitas permanecerão com o mesmo preço: R$ 12.
FONTE: http://extra.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário