Brasil: Isto é quanto o brasileiro já pagou de tributos de 01/01/2015 até 20/03/2015

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Mototaxista é morto na Vila Cruzeiro

Mototaxista é morto na Vila Cruzeiro

Diego Algarves foi morto durante abordagem policial na Vila Cruzeiro
Diego Algarves foi morto durante abordagem policial na Vila Cruzeiro Foto: Reprodução de Facebook
Cíntia Cruz e Marina Navarro Lins
Tamanho do texto A A A
Um homem foi morto, na manhã deste domingo, na Praça São Lucas, Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, Zona Norte do Rio. Segundo relatos de moradores, Diego da Costa Algarves, de 22 anos, trabalhava como mototaxista e foi atingido nas costas durante uma abordagem de policiais da Unidade de Polícia Pacificadora UPP). A informação chegou pelo WhatsApp do EXTRA (21 99644-1263 ou 21 99809-9952)
— Foi uma abordagem da polícia, mas ele não parou. Aí atiraram — disse um morador que preferiu não se identificar.
Marluce Algarves, tia de Diego, negou que o sobrinho tivesse se recusado a parar na abordagem policial
Marluce Algarves, tia de Diego, negou que o sobrinho tivesse se recusado a parar na abordagem policial Foto: Márcio Alves / Agência O Globo
Muito revoltada, a tia de Diego, Marluce Algarves de Oliveira, de 54 anos, disse que o sobrinho era trabalhador e negou que ele tivesse se recusado a parar na abordagem:
— Ele estava dirigindo por dentro da comunidade e um policial tentou fazer a abordagem. Ele parou um pouco mais na frente e um PM atirou pelas costas. Não vão dizer que meu sobrinho é bandido! Eles estão aqui para defender. Não para matar moradores. E não é a primeira vez que isso acontece. Ele era trabalhador, responsável e todo mundo gostava dele.
Diego da Costa Algarves foi morto por policiais, segundo moradores, na Praça São Lucas, Vila Cruzeiro
Diego da Costa Algarves foi morto por policiais, segundo moradores, na Praça São Lucas, Vila Cruzeiro Foto: Márcio Alves / Agência O Globo
Após os disparos, houve manifestação dos moradores.
— Os policiais estavam conversando e um deles disse: “dá, dá, dá”. Então, atiraram. Depois eles foram procurar a cápsula da bala. Os moradores começaram a jogar garrafas e eles revidaram com bombas — revelou outra moradora que também não quis se identificar.
Segundo moradores, Diego da Costa Algarves foi morto por policiais
Segundo moradores, Diego da Costa Algarves foi morto por policiais Foto: Márcio Alves / Agência O Globo
Policiais militares do Batalhão de Choque reforçaram o policiamento na comunidade. Agentes da Divisão de Homicídios realizaram perícia no local onde o mototaxista morreu. O comércio também foi fechado na região. Um helicóptero da PM sobrevoa a comunidade.
A assessoria de imprensa das UPPs informou que a Polícia Militar determinou a abertura de um inquérito para apurar o caso e que o policiamento foi reforçado na região.
Já a Divisão de Homicídios da Capital disse que foi realizada perícia no local e que testemunhas estão sendo ouvidas. O corpo foi encaminhado ao IML para identificação.
Durante a madrugada, um intenso tiroteio assustou moradores do Complexo do Alemão e deixou sem energia localidades conhecidas como Fazendinha e Alvorada. De acordo com a assessoria das UPPs, policiais da unidade Nova Brasília patrulhavam a região conhecida como Alvorada quando criminosos armados efetuaram disparos contra a guarnição. Os agentes revidaram e os bandidos fugiram. Não há informações de feridos.


Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/mototaxista-morto-na-vila-cruzeiro-15279509.html#ixzz3RB8JiRqt

Nenhum comentário:

Postar um comentário