Brasil: Isto é quanto o brasileiro já pagou de tributos de 01/01/2015 até 20/03/2015

terça-feira, 2 de junho de 2015

Acusado de esfaquear estudante em trem é preso na Baixada Fluminense

Acusado de esfaquear estudante em trem é preso na Baixada Fluminense

Michael Douglas Gonçalves da Silva foi localizado pelos policiais escondido na casa da avó, em Comandador Soares

O DIA
Rio - O jovem Michael Douglas Gonçalves da Silva, de 19 anos, foi preso no início da manhã desta terça-feira, em Comendador Soares, na Baixada Fluminense, pelos policiais da 56ªDP (Comendador Soares). Acusado de esfaquear o estudante Pedro Arthur Britto Santa Cruz, de 18 anos, dentro de um trem, no último sábado, MK, como é conhecido, foi localizado na casa da avó.
Michael Douglas Gonçalves da Silva, o MK, estava escondido na casa da avó, em Comendador Soares, na Baixada Fluminense, onde foi preso nesta terça-feira
Foto:  Divulgação
Na segunda-feira, a Justiça tinha decretado a prisão temporária de MK. Em sua decisão, o juiz Paulo Feijó considerou o crime de "extrema gravidade" e ainda alertou o poder público sobre os recorrentes casos de assaltos com uso de facas: "a vítima foi agredida por facadas em tentativa de roubo, em prática que vem se expandindo e gerando grande apreensão à sociedade, devendo haver especial atenção do Poder Público na repressão a este tipo de conduta”.
VEJA MAIS:
Michael Douglas foi identificado pela vítima como o autor das facadas. Segundo a delegada da 24ªDP (Piedade), Cristiane Carvalho de Almeida, o acusado, que aparece nas imagens correndo segurando o celular de Pedro Arthur, já havia sido preso em julho de 2014, por roubo (foi solto em novembro) e tem quatro passagens como adolescente infrator.
'Quando vi estava em cima do meu sangue', lembra vítima
Pedro Arthur segue internado no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. Na segunda-feira, o estudante do 2º ano do Ensino Médio do Colégio Pedro II relatou como foi abordado pelo criminoso.
Esfaqueado dentro de um trem, o estudante Pedro Arthur Britto Santa Cruz, de 18 anos, segue internado no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier
Foto:  Reprodução Facebook
"Ele me abordou pelas costas e inicialmente eu pensei que fosse um amigo brincando comigo. Ele puxou o celular e saiu me arrastando. Quando eu vi, estava em cima do meu sangue", disse ao Bom Dia Rio.
O jovem foi a 13ª vítima de assaltos com faca nas últimas semanas no Rio de Janeiro. Pedro Arthur levou dois golpes, sendo que um atingiu a veia do ombro esquerdo, fazendo com que ele perdesse a sensibilidade de uma das mãos. "Quero ter coragem para entrar num trem de novo para poder seguir em frente", finaliza

Nenhum comentário:

Postar um comentário